Este site foí criado por Juninho Ferreira Ltda, franquiado por site online me. Rio de Janeiro (RJ)/Guarapari (ES)    
Terca,
26 de Abr
 
   

Massacre injusto

Pelo tempo, pela idade, posso me considerar um velho conhecedor dos mais variados aspectos políticos do Brasil e, particularmente, do meu Estado do Espírito Santo, onde, a partir de 1954, final do Governo Jones dos Santos Neves, já aqui, em A GAZETA, passei a acompanhar uma das mais sórdidas campanhas eleitorais, com o objetivo de desestabilizar a candidatura de Eurico de Aguiar Salles, pelo PSD, e eleger Francisco Lacerda de Aguiar (vulgo Chiquinho), como governador, responsável por um dos períodos mais negros da nossa história política.

Toda a campanha sórdida montada contra o Governo Jones foi em cima do colapso no abastecimento de água de Vitória e Vila Velha, através de um antigo processo de captação no local denominado Duas Bocas.

Estava em final de construção o sistema de Cobi, em Vila Velha, que iria captar água do rio Marinho, permitindo a "aposentadoria" do sistema montado na década de 20.

Quem destruiu a candidatura de Eurico de Aguiar Salles foi a mentira, a desfaçatez, a sordidez, a maldade, quando, na verdade, estava prestes a ficar pronto o novo empreendimento de Cobi, em operação até hoje.

Nos últimos 50 anos o processo político do Espírito Santo e do Brasil não mudou. A nossa política vive do "trepar" sem fim nas costas alheias, como se escada fosse, para alcançar seus objetivos, seja lá às custas de quais maldades...

Faz muito tempo que Guarapari, que foi um dos centros de turismo mais importantes da região Centro-Sul, era tido como a sala de visita do Espírito Santo, desfrutando de fama até no exterior, pelos milagres que produzia a radioatividade de suas areias monazíticas.

O tempo passou, e a sucessão de administradores não promoveu o desenvolvimento que a cidade, outrora importante, merecia ter. Veio o declínio das atividades de turismo, e Guarapari foi invadida por um monte de gente de fora, sem nenhum compromisso com seu futuro, ao contrário, interessada apenas na sobrevivência pessoal.

Não nego que, desde sua emancipação política, Guarapari tenha ostentado prefeitos bons. Teve, raros, mas teve, mas não na constância que sua grandeza impunha, provocando seu declínio.

Afinal, mais recente, como uma espécie de determinação, o eleitorado de Guarapari elegeu (e reelegeu) o sr. Antônio Gottardo para prefeito, com surpreendentes votações. Tem-se efetuado o diabo, de denúncias infundadas e perseguições descabidas, para que o prefeito, desestimulado, abandone o poder.

Quero despertar a consciência da população de Guarapari para que ela preste atenção ao tipo de processo que é armado contra o prefeito, por inimigos inteiramente gratuitos, que não se apiedam do município, que não pode sair do abismo em que foi colocado e de onde o sr. Gottardo tenta tirá-lo com suas forças, quase sozinho, mas com inegável apoio do eleitorado.

Se a sociedade de Guarapari não se preocupar com a sacanagem que estão fazendo com seu prefeito, é melhor deixar que os aventureiros que ali aportam tomem conta do poder e acabem com tudo de vez.

Esse massacre imoral precisa ter um fim.

Busca:
Newsletter
Chat

 
O Tempo em Guarapari
Quarta-feira com tempo nublado, alguns períodos de melhoria e chuva a qualquer hora do dia
22º/27º


Probabilidade de chuva: 100%
Volume estimado: 25 mm

 
Enquete
O que que você acha do Policiamento Ostencivo (Segurança) de Guarapari.
Regular
Boa
Ruim
   
Arquivos para download
Livro de Visitas

 
[ Home ]  |  [ ]  |  [ ]  |  [ ]
 
Powered by Connection Network System ©